Página Inicial Reflexões e críticas Reflexões e críticas

Reflexões e críticas

ReuniãoCírculo de Controle da Qualidade
Os círculos de Controle da Qualidade encontram terreno fértil para resultados satisfatórios quando dedicação e incentivo formam vias de mão dupla por onde transitam a alta direção e os colaboradores da organização. O histórico de maior sucesso vem da experiência do Prof. Kaoru Ishikawa junto à indústria japonesa pelos idos de 1962. Mormente os círculos de controle da qualidade são constituídos voluntariamente de colaboradores dedicados e expertos, para os quais o que realmente importa é a qualidade de sistemas de processos, atividades e produtos sob suas responsabilidades. Leia mais...

Pequenos PassosMelhoria Contínua de Processos em Pequenos Passos
Todo produto que já é considerado bom pode ainda ser melhorado. A melhoria contínua em pequenos passos requer ação proativa de todos os colaboradores, pois as oportunidades de aperfeiçoamento surgem em todos os momentos da abordagem de processos na organização. Leia mais...

Implosão de Predio em Brasília Melhoria Contínua por Projetos de Mudança de Ruptura
Projetos de mudança de ruptura conduzem os esforços de melhoria contínua para a revisão e aperfeiçoamento de processos existentes ou para a implementação de novos processos, os quais devem ser planejados e executados por equipes multifuncionais fora das operações rotineiras. Existem situações em que devem ser aplicadas as metodologias da reengenharia de projetos. Leia mais...

Não Conformidades RecorrentesNão Conformidades Recorrentes
Não conformidades tratadas e consideradas erradicadas podem ressurgir em situações em que as ações corretivas e preventivas foram aplicadas apenas nos sintomas, sem considerar as causas-raiz das anomalias reemergentes. O saneamento dos processos de produção e comercialização requer vigilância contínua não apenas da equipe do SGQ, mas de todas as equipes organizacionais de fins e de meios. Os bons exemplos devem ser provenientes da alta direção. Todos devem estar comprometidos com a melhoria contínua de processos e produtos. Leia mais...

“É melhor prevenir do que remediar.”Ações Preventivas
Agir preventivamente é: a) se antecipar aos acontecimentos improdutivos; b) tomar ações emergenciais para identificar e eliminar causas-raiz, de forma a evitar que não conformidades potenciais venham a ocorrer; c) definir e aplicar medidas e procedimentos para prevenir falhas, anomalias e quaisquer situações indesejáveis em todas as fases dos processos de realização e comercialização de produtos, inclusive pós-vendas; d) possuir maturidade gerencial e responsabilizar-se pelo produto realizado perante a organização e seus clientes. As ações preventivas devem ser apropriadas aos efeitos dos problemas potenciais. Leia mais...

Mais Artigos...